News

Indústria paulista otimista: em 2019 pretende aumentar a produção e o emprego, aponta pesquisa da FIESP

Pesquisa indica que 72,9% dos empresários estão otimistas e pretendem aumentar a produção, enquanto 41,2% das empresas pretendem ampliar o emprego já no primeiro semestre

Os dados da Pesquisa Rumos “Expectativas com o novo governo, avaliação de 2018 e perspectivas para 2019”, feita pela Fiesp e pelo Ciesp com mais de 500 empresas, indica otimismo. Pretendem aumentar a produção este ano 72,9% dos industriais paulistas, um crescimento de 12 pontos percentuais em relação ao ano passado (60,9%). Outro resultado que chama a atenção refere-se ao emprego: 41,2% das empresas pretendem ampliar o quadro de funcionários ainda no primeiro semestre. Esse é o melhor resultado desde 2011, quando esse percentual era de 40,8%. A decisão de aumentar a produção ainda no 1º semestre foi confirmada por 68,2% dos industriais paulistas, enquanto 67,2% esperam ampliar as vendas no mercado interno e 51,3% aumentar suas exportações.
“Essa percepção positiva está em todos os setores da economia. Agora, cabe a nós, sociedade e governo, arregaçarmos as mangas e tornar realidade esse otimismo”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp.

GOVERNO – As empresas também estão bastante confiantes na política econômica do novo governo e 78% indicaram impacto positivo sobre as expectativas para este ano. Os empresários acreditam que o novo governo (presidente, governador, deputados e senadores eleitos este ano):

  1. Aprovará reforma da previdência (92,4%), sendo aprovada ainda em 2019 para 60,9%
  2. Aprovará reforma tributária (89,1%), sendo aprovada em 2019 ou 2020 para 71,1%
  3. Não aumentará a carga tributária (93,6%)
  4. Reduzirá o custo do crédito (87,9%)
  5. Manterá importante o papel do BNDES (75,8%)
  6. Aumentará incentivos para investimentos (62,1%)
  7. Criará uma política industrial (64,0%)
  8. Aumentará apoio e incentivo à inovação e ao desenvolvimento tecnológico (63,0%)
Os dados da Pesquisa Rumos “Expectativas com o novo governo, avaliação de 2018 e perspectivas para 2019”, feita pela Fiesp e pelo Ciesp com mais de 500 empresas, indica otimismo. Pretendem aumentar a produção este ano 72,9% dos industriais paulistas, um crescimento de 12 pontos percentuais em relação ao ano passado (60,9%). Outro resultado que chama a atenção refere-se ao emprego: 41,2% das empresas pretendem ampliar o quadro de funcionários ainda no primeiro semestre. Esse é o melhor resultado desde 2011, quando esse percentual era de 40,8%. A decisão de aumentar a produção ainda no 1º semestre foi confirmada por 68,2% dos industriais paulistas, enquanto 67,2% esperam ampliar as vendas no mercado interno e 51,3% aumentar suas exportações.
“Essa percepção positiva está em todos os setores da economia. Agora, cabe a nós, sociedade e governo, arregaçarmos as mangas e tornar realidade esse otimismo”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp.
FONTE: GPALOGNEWS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *